Apresentação

A área científica das Artes Decorativas, abarcando os mais distintos domínios, vem encontrando em Portugal nos últimos anos alguma reflexão, no âmbito da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. A criação de cursos de Mestrado e a existência de diversos investigadores que escolheram esta universidade para desenvolverem estudos doutorais nessas áreas impeliram-nos a criar a Revista Portuguesa de Artes Decorativas, no ano de 2007. Para tal, recorremos, na época, a um conjunto de investigadores que connosco colaboram na Universidade para formar o Conselho Redactorial, convidando prestigiados especialistas nacionais e internacionais para o seu Conselho Científico.

Nesta revista serão privilegiadas as temáticas portuguesas, apesar de em cada número poderem colaborar investigadores internacionais sobre assuntos de interesse científico em algumas das vertentes das Artes Decorativas. Este enquadramento tem por objectivo, igualmente, a divulgação destas artes portuguesas em termos internacionais, recolocando-as na sua verdadeira importância e singularidade, como vem sendo realçado. Será dado especial destaque a artigos sobre assuntos inovadores e a áreas menos trabalhadas, promovendo a abertura de novos domínios de investigação. Tal concretizar-se-á através da publicação de trabalhos meritórios de alunos de mestrado e de doutoramento, funcionando como incentivo à pesquisa.

A partir do seu n.º 6, a Revista de Artes Decorativas terá double blind peer review, assegurada pelos órgãos da publicação e promovida entre os seus revisores, seja entre os membros do seu Conselho Científico ou entre especialistas propositadamente convidados para o efeito.

Áreas temáticas

Ambientes decorativos, mobiliário, ourivesaria (prataria, joalharia, etc.), porcelana, faiança, azulejaria, encadernações, estuques, talha, relojoaria, vidro, metais não preciosos, têxteis e traje.